BUSCAR IMÓVEL

BUSCAR IMÓVEL

08

ago
2016

Entenda a diferença entre área útil, privativa e total de um imóvel

Entenda a diferença entre área útil, privativa e total de um imóvel

Muitas vezes, no momento da captação ou do agenciamento, não são levados em conta dados muito importantes para quem está buscando um imóvel na Internet: as áreas de convívio e de utilização do imóvel. Se você já consultou um imóvel em oferta e ficou em dúvida porque no anúncio aparecem metragens diferentes fique atento às diferenças apresentadas abaixo:

Área útil

Chamamos de área útil as medidas que determinam o espaço interno do imóvel, aquele que é medido a partir do piso, sem contar as paredes. Ela indica o quanto do espaço da construção será utilizado pelos moradores. Espaços como varandas, depósitos ou áreas externas, por exemplo, não entram na conta da área útil, e essa informação é realmente importante para quem pretende entender quanto da sua construção será destinada para o dia a dia.

Área privativa

É a soma das metragens – agora incluindo as paredes – com aquelas em que o morador têm acesso com exclusividade, como vagas de garagem e depósitos (no caso de apartamentos) ou piscinas e áreas de lazer se for uma casa.

Em condomínios verticais ou horizontais, ainda se utiliza as áreas comuns para falar dos espaços comunitários, utilizados por todos como hall, playground, piscina e demais áreas de lazer e convívio.

Área total

Esta sim é a soma de todas as áreas do imóvel. É chamado de área total tudo aquilo que está dentro do terreno, ou do apartamento, contornados ou não por muros. Por isso essa a única área possível para lotes por exemplo.

Esperamos ter ajudado você a entender um pouco mais sobre as diferenças que existem entre os tipos de área de um imóvel.

Autor: Equipe Andrea Cardoso

COMPARTILHE